Despertar para a Realidade

Textos Herméticos

A falta da âncora não me impede a visita ao fundo do mar.

Embora vá mais leve e mais devagar, descubro detalhes reduzidos pelo peso da pressa.

A poça do mar na altura dos meus olhos amplia meu olhar e me vejo por inteiro por dentro e constato o quanto sou água.

Água transparente.

Água vermelha.

Água ocre.

Água corrente.

Meus pés aprofundam um pouco mais e a poça do mar mergulha nas minhas narinas. Continuo a perceber o quanto sou água.

Buscando o fundo do mar encontrei, primeiro, o fundo das minhas próprias águas.

Despertei para a realidade que meu corpo era um aquário e dentro da minha pele a água desenvolveu órgãos inteligentes para ensinar minha mente a ser independente e saber produzir vida própria, energia própria

Vi o núcleo das minhas células protagonizando meu início de liberdade.

Chorei em mim informando minhas células o meu respeito pelo tamanho de suas inteligências e conexões.

E minha humilhada mente teve, enfim, a oportunidade de desfazer-se de seus anacronismos e entender-se como órgão de escuta e reação abandonando de vez a função de ser uma proclamadora do meu ego com suas verdades infundadas.

A pobre mente foi se enriquecendo aos poucos escutando, aprendendo com o núcleo das células a sua real função de arquivar conhecimentos.

Enquanto isso meu coração, ainda abalado pelas exaustivas invasões que recebeu, mesmo adoentado sorri feliz pela sua coragem infantil, pela sua roupagem transparente, pelo seu antagonismo a tudo o que é vil, vilão e violência.

Acredito até que recuperou-se um pouco mais rápido pela homenagem que recebeu da sua coragem durante toda a minha vida.

O meu peito corajoso nunca me deixou na mão, na mente, no medo, na ignorância, na covardia, na negação.

Mergulhando no mar e vivendo esta festa interior da rendição mental a recuperação cardíaca e todas as minhas células se transformaram em fogos cujo artifício era o chamamento do Divino Espírito Santo para que viesse me batizar nas águas do mar que recebe rios infestados de Lagos e cachoeiras.

Com o corpo em festa de pura paixão à vida pura entendo porque o amor de Cristo nos une, porque nos unta a uma célula mater que é o nosso poço de origem.

Graças ao Senhor Meu Deus pelas lições que me ensina fazendo do meu corpo um manifesto de amor incondicional ao mundo das águas.

Halu Gamashi
11Abr20, 2h47, Lisboa/PT

A função de textos herméticos como este é o ritmo que desperta o inconsciente.

10 Comentários

  1. Valquíria

    Que lindo!

    Responder
    • Aparecida Maria Machado

      Amei sua mensagem.
      Gratidão pelos vídeos maravilhosos. Abri ainda mais os olhos para a espiritualidade depois de assistir seus vídeos.

      Responder
      • Deise Matos

        Gratidão pelo encontro… quantas pérolas você bem partilhando conosco Halu… há poucos meses lhe conheci e acompanhando os vídeos e tudo o que eu possa receber e realizar… estou com uma fagulha de luz de esperança real e felicidade por fazer parte… daqui emano todas as boas e edificantes vibrações para este seu trabalho fraterno do qual todos vamos fazendo parte…

        Responder
    • IVONE ANESI

      HALU, você faz limpeza de chakras a distância? Não encontrei um terapeuta em minha cidade.

      Responder
  2. Maria de Lourdes Tome

    Nao sei nem como dizer.
    Eh uma visualização de imagem que vai acontecendo conforme vou lendo.
    Porem chega um momento que eu acho lindo, certeiro, esplêndido, como quando Halu fala da mente. Todas as palavras tão precisas, que parecem tesouros. E eu queria que todos lessem e se dessem conta, desta realidade tão sutil e refinada que Halu entrega pra gente.

    Responder
  3. Concetina D’Amico

    Lindo Halu!!!!! Lindo!!!!

    As palavras entraram com serenidade e aportaram no meu coração.

    Responder
  4. Sonia

    Águas! Sempre elas!
    Lindo texto. O conhecimento transportado pelas águas. O corpo repleto de líquido inteligente. E transborda em forma de alegria. E esta a salutar a vida. E a vida a salutar seu Criador.

    Responder
    • André Luiz

      Lindo cada vez mais apaixonado pela suas palavras.

      Responder
  5. maria jaqueline m.a. sardinha

    querida Halu como suas palavras me enche e me completam,um mundo que eu sabia que existia,mais achava quera coisa da minha mente.seus ensinamentos estão saciando a minha fome de saber. sei que tenho muitas perguntas mais , cada resposta que vem através de suas palavras vai organizando minha cabeça. muito obrigado querida! Halu , muita paz. quero dizer a você me sinto bem melhor e faz pouco tempo que encontre você no yutub, comeco de agosto/20 e ta sendo muito bom . grande abraço.

    Responder
  6. KARLA MARINA BRAGA DIAS

    Texto muito profundo Halu, com toda profundidade contida no mar, nas águas dos rios, cachoeiras, lagos e também toda água que habita o nosso Ser , nos transformando a cada instante em seres melhores!
    Gratidão minha Amada Amiga/irmã!!
    Forte Abraço.

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vídeos

MESTRES ASCENCIONADOS, os 144 MIL e a ENERGIA DO GRAAL

Categorias

Arquivo

Categorias

Arquivos