Desequilíbrio na Energia Kundalínica – Aprenda a identificar

Anatomia do Corpo Sutil, Biotipos, Energia Telúrica

Hoje apresentaremos um material que é o resultado de trinta anos de observação e experiência com pacientes em consultório, e em diversos trabalhos, tanto no Brasil como no exterior.

A função de publicar este material tem a intenção de alerta.

Na minha experiência, os pacientes com este tipo de desequilíbrio que já tinham consciência do seu desequilíbrio a retomada do equilíbrio foi rápida, tranquila, com relatos de alívio por compreenderem seus sintomas e a causa (desequilíbrio na energia kundalínica) de suas queixas e tormentos.

Pessoas que não tinham abertura, até por desconhecimento de que temos um corpo energético e elétrico, demoraram mais tempo que os primeiros.

O auto-reconhecimento é uma parte importante para a retomada do equilíbrio.

Esta leitura não tem a intenção de convencer. Toda a nossa experiência demonstra que tentar convencer leva mais desequilíbrios para os pacientes.

Os desequilíbrios energéticos produzem doenças no caráter, no espírito e se manifestam no comportamento. O corpo é uma soma e tudo o que reproduzimos tem origem no equilíbrio ou desequilíbrio das nossas energias pessoais.

A figura aqui apresentada informa os tipos e qualidades de energias que estão presentes no nosso corpo somático, na nossa totalidade enquanto indivíduo e ser humano.

Esta figura, com breve legenda, informa a existência da energia e a região do corpo que ela acessa e mobiliza.

O desequilíbrio se origina quando estas energias acessam o nosso corpo por órgão e região inadequados gerando atrito energético em nosso corpo causal trazendo as sensações e comportamentos descritos no material apresentado (Biotipo Kundalínico em Desalinho).

Depois de trinta anos de experiência trabalhando com pessoas aprendi, compreendi e aceitei que as energias estão muito mais presentes do que imaginamos. Estamos acostumados a perceber as consequências. É necessário abrir um espaço para conhecer o nosso corpo causal, é nesta parte nossa que flui tudo o que somos.

Apresentaremos a seguir sintomas, consequências que catalogamos nestes trinta anos de estudo e trabalho com a alma humana.

Começaremos apresentando a energia kundalínica através dos seus desequilíbrios. Se você que lê este texto se reconhecer em muitos exemplos saiba que você não é o culpado. Com o avanço dos processos terapêuticos descobrimos o corpo energético.

As investigações terapêuticas sofrem forte influência destrutiva oriunda das religiões e teorias e, para conseguirmos enxergar o desequilíbrio energético, precisamos sair das teorias e voltar o nosso olhar para o mundo real em que vivemos. Não adianta recorrer a justificativas ou culpar quem quer que seja.

Estamos com um desequilíbrio energético? Isto é um fato.

A principal razão de dividir este meu estudo é dar um alerta, não adianta tentar calar as consequências, não adianta medicamentos que burlem os sintomas, muitas pessoas com estes desequilíbrios trabalharam seu corpo causal e estes desequilíbrios desapareceram.

Levamos muito tempo para descobrir que o alcoolismo é uma doença, espero que não levemos tantos anos para descobrir que nossas energias pessoais constroem a nossa eletricidade pessoal e que, se nesta construção há desequilíbrios, precisamos encontrar o caminho para retornar a harmonia.

Há trinta anos trabalho com esta terapia. Fui despertada por um mestre que quando conheci já tinha este modelo de trabalho há cinquenta anos. Convivi com ele intensamente durante nove anos, estudando, aprendendo e praticando. Conheci esta metodologia como paciente e ali despertou a vontade de ser terapeuta, de trabalhar para estes conhecimentos.

Boa leitura, caso se identifique nestes exemplos vou sugerir o que fiz comigo: alegrei-me, aliviei-me por descobrir que nada estava perdido.

 

BIOTIPO KUNDALÍNICO DESORGANIZADO:

 

1) Medo Inconsciente

Oculta para si mesmo qualquer perigo.
É o falso inseguro.
Não confia em ninguém e excede na autoconfiança.
Eufórico. Auto-astral. Bem-humorado. Risonho. Comediante.
Rejeita qualquer autoridade externa.
Mentiroso.
Manipulador.
Sedutor.
Galanteador.
Ansioso.
Conquistador.

 

2) Sensações Físicas

Ansiedade. Não consegue ficar parado.
Falar alto.
Esconde a doença. Não se queixa da dor.
Estrala muito os dedos.
Gesticula muito.
Boca sempre úmida. Excesso de saliva.
Pisca os olhos constantemente.
Olfato apurado. Detecta cheiros com muita facilidade. Isto o incomoda muito.

 

3) Sexualidade

Sombria.
Dificuldade em unir sentimento e sexualidade.
Manifestação da libido em momentos inoportunos.
Masturbação crônica.

 

4) Compulsões variadas

Sonhos constantes com temas sexuais, onde o sexo é uma experiência suja, agressiva, comprada ou vendida. Orgias.

 

5) Órgão coadjuvante

Boca
Músculos da coxa
Genitais

 

6) Órgãos dos sentidos

Visão: sagaz e maledicente. Vê “sacanagem” em tudo

Audição: inexistente. Não ouve, não escuta. Os barulhos internos não permitem.

Voz: Alta, compulsiva, ininterrupta, molhada, cospe ao falar.

Olfato: inspira e expira ao mesmo tempo. Muitas secreções nasais. O agravamento leva o olfato a anasalar a voz.

Tato: compulsivo. Aperta, machuca ao tocar. Abraços fortes, escandalosos. Pele sempre suada, excesso de transpiração nas exilas.

 

7) Estratégia

Sempre simpático. Nunca descordar de nada nem de ninguém: “Sou amigo para todas as horas”. Condutor lascivo. Patrocinador de festas. Estimula o aplauso. Pensa que compra qualquer um.
Sempre bem vestido. Apresenta-se constantemente bem arrumado.
Exibe poder. Promete empregos.
Não se pune e perdoa com facilidade.
Dificuldades sexuais com parceira ou parceiro sexual que estabelece relação constante, principalmente se uma gravidez estiver envolvida e por ter consciente ou inconscientemente uma visão despudorada no que diz respeito à sexualidade,  “De jeito nenhum, o meu filho está aqui dentro”;  “Como faço agora, ela é a mãe dos meus filhos”.
A formação familiar dificulta fluir com a sexualidade.
Com os filhos homens exagera no incentivo da busca por mulheres. Com as filhas mulheres sofre com o que será feito com elas.
OBS: outros biótipos com traumas sexuais, por exemplo, casamento sexualmente frustrado, suspeitas de constantes traições, pode também trazer esta manifestação, principalmente em mulheres com histórico de ter sido cobiçadas desde a puberdade.

 

8) Raciocínio

Lógica agressiva. O condutor lascivo acredita que o ataque é a melhor forma de defesa. Isto influencia pertinentemente no seu modo de raciocinar. Sempre que raciocina sobre as outras pessoas procura detectar fragilidades e segredos, por acreditar que desta forma tem o outro sobre o seu domínio. Como já disse, desconfia de todos e excede na auto-confiança.
Raciocina o mundo como o seu quintal e raciocina as pessoas como seus serviçais. Acredita que chegar atrasado aos encontros é uma forma de valorizar a sua performance. Pelo mesmo motivo cancela compromissos importantes em cima da hora.

 

9) Kundalini

Neste biótipo a energia kundalínica está estagnada e condensada nos genitais. Por este motivo a sexualidade está a todo momento pronta para se manifestar. Masturbação constante. Não é incomum várias vezes ao dia buscar a prostituição de rua por ser mais rápida e mais fácil. Tem sempre à mão contatos para este fim.
Por todo este conjunto sempre queixam-se de incômodos, dores e doenças consoantes com esta conduta.
A criatividade é sublimada e a originalidade fica à mercê de brincadeiras inadequadas sobre o tema.
Os cuidados para o seu corpo, as escolhas de roupas, como cortar o cabelo é sempre ditado pela moda sedutora. Sente-se bem porque se desenhou com as regras estimuladas pela mídia. Enfim usa-se como produto pra ser vendido e mais fácil poder comprar.
Atenção! Perigo!
O agravamento deste processo pode facilmente induzi-lo à drogas, à estupros e à doenças sexuais sérias.

 

10) Comportamento

Camaleônico e multifacetado. Manipula sua própria personalidade para executar um personagem que julga adequado à cada grupo que pertence. Se oriundos de uma família séria e tradicional é o bom moço(a) alegre, jovial e engraçado. Se a família é mais liberal, o lascivo condutor é que submete empregadas, jardineiros, pessoas de padrão social inferior aos seus caprichos. Por isto nas pessoas de sexo masculino é mais fácil detectar este biotipo.
Dificuldade em receber ordens. Querem ser o patrão. Quando empregados são o que popularmente se rotula de “puxa-sacos”. Como já disse não se punem e perdoam facilmente. Não se escandalizam com nada. Tudo é muito permitido no comportamento do lascivo condutor. Literalmente não são acometidos por tabus, principalmente no que abrange a sexualidade.

 

11) Características

Procuram sempre ser o centro das atenções. Por não terem construído própria história, se apropriam da história das pessoas como se fossem suas.
O lascivo condutor masculino investe tudo para estar rodeado, procurado e conectado por mulheres. Da mesma forma o condutor lascivo feminino procura de todas as formas chamar a atenção dos homens. Utilizam para isso a maternação. Para se libertar a tocar e acariciar manipulando a aproximação. São as boas amigas que ouvem os desabafos, “seguram a onda”.

 

12) Responsabilidade

Inexiste. Os condutores lascivos são completamente destituídos de qualquer responsabilidade. A responsabilidade é “o maior tabu do mundo e precisa ser quebrado”.
Estão sempre devendo dinheiro, o cartão de crédito está sempre “estourado”, cheques sem fundo, multas. Importante ressaltar que tudo isto para este biotipo é um troféu e assegura ele da sua capacidade de seduzir e se dar bem sempre.

Halu Gamashi

Leia mais no artigo: Desequilíbrio na Energia Telúrica – Aprenda a Identificar

 

 

4 Comentários

  1. Adriano donizetti doneda

    Como faço para trabalhar está energia

    Responder
    • Adaanari Barros

      Revendo o artigo, muito interessante.Detectei Um pouco de falta de responsabilidade,mas já estou trabalhando nisso.😁

      Responder
  2. Elizabete Mendonça

    Boa tarde familia, tenho a boca sempre humida excesso de saliva,deteto cheiro com muita facilidade, transpiro muito na cabeça e de debaixo das mamas, o devo fazer nesse caso,será desequilíbrio na energia kundalinica?água resposta obrigada querida Halu por partilhar os seus aprendizado connosco bjs e um grande abraço

    Responder
  3. KARLA MARINA BRAGA DIAS

    Detectei muitas coisas em mim Halu, gratidão por compartilhar! Eu quero e vou me melhorar!!

    Responder

Trackbacks/Pingbacks

  1. - Halu Gamashi - […] No entanto, se não aprendermos a conectar com o que a Kundalini quer nos dizer, erroneamente invertemos por um…

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vídeos

MESTRES ASCENCIONADOS, os 144 MIL e a ENERGIA DO GRAAL

Categorias

Arquivo

Categorias

Arquivos