Algumas “Moradas” do Pai

Astrosofia

Os caminhos no universo infinito, como disse Jesus, o Cristo: “na casa do Pai tem muitas moradas”.

No organograma do universo cada “Morada” cumpre um papel para auto gerar e distribuir energias para manter em harmonia todas as “Moradas”.

A Arquitetura Divina ainda é inimaginável para a mente humana. Isto explica a quantidade de ateus, falsos profetas e, até para muitos que creem se não compreenderem a arquitetura e a distribuição da energia para cada “Morada”, segundo suas necessidades, esta crença diminuirá ou, até quem sabe, desaparecerá correndo o risco de ainda se transformar em um ódio abominável por tudo o que é, e como é, a relação deste grande Pai para com os seus filhos tanto no plano coletivo, quanto no plano individual.

Esta primeira anunciação explicará a segunda, que relatarei agora.

As energias físicas e naturais, metafísicas e cósmicas da “Morada” Terra já invadem e modificam as qualidades e a intensidade das energias físicas e naturais, metafísicas e cósmicas de todas as “Moradas” deste Sistema Solar, principalmente a “Morada” Vênus e a “Morada” Mercúrio.

A função da “Morada” Mercúrio é traduzir o idioma do Divino Espírito Santo para cada língua da “Morada” Terra. Isto significa que as interferências negativas da “Morada” Terra dificultam, para a “Morada” Mercúrio, a audição, a percepção, a lucidez e a Inteligência Espiritual dos habitantes da “Morada” Terra.

Sofrendo as mesmas influências a “Morada” Vênus, responsável por conduzir a linguagem do Divino Espírito Santo para os corações e órgãos sutis dos habitantes da “Morada” Terra, anuncia a possibilidade de, em um futuro bem próximo, ter a sua função neutralizada pelo grande Pai por perceber a grande inversão das forças e energias captadas pela grande maioria dos habitantes da “Morada” Terra antagonizando e literalmente invertendo, nos seus sensores, as informações energéticas do amor fraterno que o Divino Espírito Santo semeia na “Morada” Vênus para que distribua por todas as “Moradas” do Sistema Solar, no qual está  incluída a “Morada” Terra.

Nos primórdios do desenvolvimento da Inteligência Espiritual, há aproximadamente seis mil anos, na “Morada” Terra, o Divino Espírito Santo se manifestou diversas vezes, de diversas formas para os habitantes da “Morada” Terra. Com o passar do tempo e da interrupção da Inteligência Espiritual decaindo a condição de um raciocínio intitulado lógico ou filosófico pelos habitantes da “Morada” Terra a Arquitetura Divina compreendeu a necessidade da participação da “Morada” Vênus nesta comunicação que acontece entre o Divino Espírito Santo e o raciocínio lógico e filosófico dos habitantes da “Morada” Terra.

A “Morada” Vênus, dentro do Sistema Solar, é a única exclusivamente feminina.

Mercúrio é andrógino, Marte é masculino, a “Morada” Terra se prepara para o desenvolvimento de uma androgenia oriunda das emissões energéticas de Vênus e de Marte.

A “Morada” Saturno, as suas vibrações energéticas naturais fazem com que ele atue, de tempos em tempos, auto transmutando-se em andrógino e um biótipo masculino solitário e ermitão. Nos seus momentos de atuação e comunicação com as demais “Moradas” do Sistema Solar se recolhe à sua caverna solitária para se comunicar. A qualidade da androgenia saturnina tem uma intensidade que dificultaria a sua comunicação com as demais “moradas” do Sistema Solar. Portanto, por dentro de sua caverna emite forças e energias que auxiliarão a consciência dos habitantes da Morada Terra a compreensão, através de sentimentos, sensações e intuições protegendo-os das influências do chamado raciocínio lógico e filosófico dos habitantes da “Morada” Terra.

Saturno trabalha a linguagem do Espírito Santo diretamente na nossa alma na qual  o raciocínio lógico,  edificado pelos habitantes da “Morada” Terra, não a alcança e a filosofia, também edificada pelos habitantes da “Morada” Terra, embora perceba a linguagem do Espírito Santo não consegue, de fato, defini-la.

Júpiter é uma “Morada” totalmente masculina. A sua natural função é registrar, arquivar e informar às demais “Moradas” do Sistema Solar sobre os tipos de raciocínios lógicos e filosofias edificados e auto modelados pelos habitantes da “Morada” Terra. Transmite ipse liter as traduções destas duas edificações dos habitantes da “Morada” Terra.

Netuno se comunica com a natureza da “Morada” Terra, com toda a natureza, de todos os biótipos terrenos, inclusive o homem. A sua comunicação só é perceptível aos habitantes da “Morada” Terra que criaram e resguardaram nas suas mentes um humilde espaço que os uniformiza como um aprendiz.

As comunicações de Netuno são alcançadas por aqueles que têm este espaço de um aprendiz iniciando seus passos nos caminhos da sabedoria.

Esta sutil performance da “Morada” Netuno é melhor percebida pelos habitantes vegetais, minerais e os chamados animais irracionais da “Morada” Terra. Ou seja, a parte desta “Morada” que produz todo tipo de energia para alimentar o animal racional ou filosófico da “Morada” Terra.

Buscando, através destas energias, oriundas dos seus alimento e das suas águas,  estimular os habitantes racionais e filosóficos a voltarem a desenvolver a Inteligência Espiritual, retirando-os da conveniência de seus raciocínios e do paradoxo de suas filosofias que dificultam o Religare do seu Atmã com o Criador.

A “Morada” Netuno traz na sua natureza a androgenia construída pela grande Mãe Andrógina da “Morada” Terra que são as suas águas doces, salgadas, lamacentas, horizontais, verticais etc

A “Morada” Urano tem a função de articular e estrategiar as sintonias e sincronicidades construindo uma estrada de aprendizados com a pretensão de propiciar, respeitando totalmente o livre arbítrio dos habitantes da “Morada” Terra porque a sua força magnética tem uma intensidade impossível de ser calculada.

Sobre as forças de Urano, criador das sintonias e sincronicidades se diz: “Tudo o que tem que acontecer, tem muita força”.

Ai daquele que gerar obstáculos no caminho dos habitantes da “Morada” Terra que se utilizando do seu livre arbítrio sintonizaram e sincronizaram com o chamado de Urano para trilhar pelos caminhos por ele sugeridos que levarão os habitantes da “Morada” Terra diretamente para o Divino Espírito Santo através das lições e aprendizados que consumaram nas estradas de Urano.

Urano é uma morada totalmente andrógina.

A androgenia de Urano não chega aos habitantes da “Morada” Terra. A única possibilidade de herdar a androgenia de Urano totalmente edificada pelo Pai, consagrada pelo Filho e batizada pelo Espírito Santo é adquirir nas lições e aprendizados das sintonias e sincronicidades dos caminhos uranianos.

Plutão são duas moradas em uma e a sua divisão é proporcional a qualidade e quantidade dos habitantes da “Morada” Terra. Uma de suas moradas é totalmente escura. Sobre esta morada se diz: “Estágio para aperfeiçoamento das almas dos habitantes da “Morada” Terra que se valendo do seu livre arbítrio mantém sua Inteligência Espiritual na inércia, tornando-se, desta forma, um perigo, um matador, um interruptor de vidas dos habitantes da “Morada” Terra”

A segunda “Morada” de Plutão é o oposto da primeira, é um espaço para burilamento dos habitantes da “Morada” Terra que trilham as estradas uraninanas. Desta segunda morada de Plutão se repete: “Vinde a mim todos aqueles que têm fome de Justiça. Vinde a mim que Eu sou o caminho que os levará ao Pai”

Planalto Central 9 de abril de 2016, 12h59min eu, Halu Gamashi, captei este texto juntamente com a ordem que o fizesse chegar às mãos dos habitantes da “Morada” Terra, que o distribuísse ao maior número de pessoas possível.

Eu, Halu Gamashi, consciente das minhas responsabilidades, caminhando nas minhas estradas uranianas de aprendizados e lições, aceitei a tarefa de livre e espontânea vontade com todo o amor que tenho pelo Deus único, Pai Criador de todo Universo, toda Luz e toda Força, incentivador, estimulador, propiciador, favorecedor da iluminação de todas as suas “Moradas” por Ele edificadas como Grande Arquiteto do Universo.

Agradecendo a oportunidade da tarefa,

Halu Gamashi

9 de abril 2016, Brasília, 13h13min

 

Para saber mais sobre Astrosofia leia o artigo: Um Universo no Mundo

 

6 Comentários

  1. Marilene S. Saenz

    Li, porém, necessito estudá-lo numa só lida não dá para analisar, guardar tópicos importantes, o meu cérebro não retém a informática só de uma vez, é necessário sentir, se aprofundar mais…muito agradecida, HALU GAMASHI, assim com atenção a ESPIRITUALIDADE, por este ENSINO de AMOR…?????????

    Responder
  2. Cássia Vasconcelos Machado

    Li e Reli este texto. Mas preciso estudar mais.
    Ainda engatinhando nesta realidade.
    Se puder, Halu, numa oportunidade, explicar mais a respeito!?!?!
    Primeira vez que estou tendo contato com essa perspecitiva, a respeito das muitas moradas do Pai.
    Gratidão

    Responder
  3. Anderson Oliveira

    Estou procurando me abrir para esses novos conhecimentos. Embora eu acredite na espiritualidade, sou muito racional e venho procurando desenvolver minha espiritualidade, minha sensibilidade, me abrir e me permitir novos conhecimentos, novos sentimentos, me questionar. Gratidão!

    Responder
  4. Emília Pessoa

    Torno a repetir, mas suas palavras são familiares demais para mim. Eu tenho certeza que já ouvi algo parecido, mas que não foi nesta minha existência atual. Em outra época, estaria ansiosa, lutando contra esta sensação. Hoje, apenas VIVENCIO, pois tenho certeza que meu coração saberá o momento certo do REcordar. O curso de Astrosofia está me fazendo paciente.
    Obrigada!

    Responder
  5. Dri Medéros

    Gratidão por esse texto ter vindo ao encontro de meus olhos 🙂

    Responder
  6. Karla Marina Braga Dias

    Cada morada tem uma energia e um aprendizado a ser captado por cada espírito que habita a Terra,, e em várias encarnações vamos encorporando em nós esses aprendizados sutilizando nosso Ser. Gratidão!!!!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vídeos

O Chip Sombrio do Plano Inverso

Categorias

Arquivo

Categorias

Arquivos