A energia do Graal, o Cálice onde Jesus Iluminado bebia o seu vinho com pão, bebia o seu vinho nos rituais com os discípulos guardou a memória de muitas passagens, muitos ensinamentos.

Atualmente com o avanço da tecnologia utilizando as ondas de rádio para transmitir informações como a internet sem fio amplia a nossa condição de reflexão sobre a memória energética do som, dos objetos, da natureza etc

Ondas são circuitos energéticos.

Convido-os a refletir sobre as energias deixadas em nosso planeta pelo Cálice de Jesus, o Iluminado.

Para resguardá-lo e salvar a própria vida Maria de Magdala, José de Arimatéia e outros discípulos fugiram de Jerusalém em direção à Europa.

Jose de Arimatéia era uma espécie de comerciante náutico que comprava e revendia especiarias entre a Europa e a Ásia.

Maria de Magdala recebeu diretamente de Jesus no período da Ressureição um caminho por onde outros homens Iluminados também já haviam passado. Revelou ainda que antes de retornar a Jerusalém ele mesmo havia passado por este caminho, como uma peregrinação para captar a Memória Luz de outros Iluminados que, por esse caminho, passaram antes dele.

Os Grandes Iniciados passaram a se referir sobre esta parte geográfica do planeta Terra como o Caminho do Santo Graal. Em uma parte deste caminho é mais intensa a energia do Cálice de Jesus, o Iluminado. Em outra parte deste caminho é mais intensa a memória energética da pedra de Jade que Jesus, o Iluminado, também utilizava em seus rituais.

Nicodemus o presenteou com uma pedra de esmeralda que ele somou a pedra de Jade em seus rituais.

Em outra parte do caminho a memória energética da pedra de esmeralda também é muito vívida.

Quanto a Longinus, a espada que matou Jesus, não há nenhuma memória energética porque na peregrinação de Maria de Magdala, José de Arimatéia e outros discípulos a espada não os acompanhou tomando outro destino. Ela pertencia a um soldado romano que com esta mesma espada já havia, antes de matar Jesus Iluminado, matado outras pessoas e, obviamente, depois de sacrificar Jesus Iluminado deve ter matado outras pessoas também.
Lembrando que naquele período, para os soldados romanos, Jesus, o Iluminado, era um bandido ou um revolucionário.

A peregrinação do Santo Graal é conhecida por muitos Iniciados. Eu mesma já recebi orientação da espiritualidade para fazer esta peregrinação e em grande parte retornar algumas vezes. Assim o fiz.

Halu Gamashi
Out/19, Lisboa/PT

6 Comentários

  1. Claudia Regina

    Incrível como a gente não pensa nisso… “É óbvio que estes lugares e objetos tem a energia D’Ele!”
    Halu, você já esteve nestes lugares? Fale mais!!!
    Em 2008 estive em Assis, Itália, para conhecer um pouco mais sobre São Francisco. Emoção e choro incontrolável tive em vários locais onde ele esteve. Imagino a energia deixada por Cristo!!! Que sonho!!!

    Responder
    • JELISE PIRES DE OLIVEIRA

      Uma história muito interessante, me sinto muito tocada e certa de que estas verdades estão mudando algo muito profundo em mim🙏🙏, gratidão Halu🥰

      Responder
  2. Andrea Faial

    Quanta energia deve ter sem duvida os caminhos de Graal, que sonho 🙂

    Responder
  3. Ana Maria Messere de Lacerda Ribeiro

    Halu Gamashi querida, que texto e vivencia maravilhosa! Parabens pela sua Missao e Gratidao a voce e a seus Antepassados por compartilhar conosco suas vivencias. Esclareceu-me muitissimo sobre a Energia do Santo Graal. 😘😘😘🙏🙏🙏

    Responder
  4. Marisa de Paula Fonseca Benites

    Halu não consegui compreender Jesus foi morto pela espada!!! Mas não foi crucificado!

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vídeos

MESTRES ASCENCIONADOS, os 144 MIL e a ENERGIA DO GRAAL

Categorias

Arquivo

Categorias

Arquivos